segunda-feira, fevereiro 05, 2018

a história de uma reconexão

gosto de experimentar coisas. e há uns anitos atrás surgiu a ideia de que o último grito no mundo das energias era a reconexão de Eric Pearl. uma amiga fez e sugeriu e, pois bem, fui fazer também.

este foi um ponto fulcral que me levou onde hoje me encontro - a terapeuta de reiki.

a reconexão teve em mim um efeito diferente do esperado. aos poucos deixei de sentir que as técnicas que usava antes faziam sentido. os rituais simplesmente não os conseguia realizar, não faziam sentido. o tarot deixei de o usar, não fazia sentido.
o dilema era que a reconexão e a sua energia também não me faziam sentido. Não o sentia como uma coisa muito diferente do que antes sentia. não aceitava também com grande facilidade as suas "regras".
era como se eu estivesse despida das velhas roupas mas as novas também não me deixavam confortável.

ainda andei assim desorientada durante quase um ano. um ano sem animo.

quinta-feira, fevereiro 01, 2018

no caminho da Luz (passito à passito)

esta será uma noite mágica. uma das oito noites mágicas do ano. esta noite de Lua cheia depois de uma Super Lua tem toda uma energia de se aproveitar. é uma dança com o cosmos a não perder.

podemos usar esta energia para uma purificação, renovação interior, resolvendo situações negativas do passado. situações negativas por permanecerem no momento presente na nossa vida. por nos mantermos prisioneiros delas. por não as querermos largar e isso nos impedir de avançar no fluxo natural da Vida.
eu no ritual da Luz em 2007

para se fazer este ritual de uma forma mais simples, menos ritualística, podemos simplesmente meditar um pouco durante a noite. refletindo sobre o passado. sobre: que histórias andámos nós a deixar penduradas na nossa vida. que histórias terminaram cedo demais. que histórias não chegaram a acontecer e, por fim, que histórias arrastamos até o agora. porque são estas histórias todas que andam à nossa volta que formam aquilo que vivemos agora.

segunda-feira, janeiro 29, 2018

curador, cura-te a ti próprio

há quinze anos, quando decidi fazer uma alimentação vegetariana, fui ao médico fazer um check-up. era importante compreender se não havia deficiências nutricionais, mas, sinceramente nem me recordo do que a médica me disse. lembro-me, sim, da conversa que tivemos sobre uma situação que foi descoberta.

«Tem tiroidite crónica.»
«O que é isso, dr.ª?»
«Basicamente a sua tiroide acha que a estão a atacar e cria nódulos à sua volta para se proteger.»
«E o que acontece?»
«Nada, nem precisa de fazer medicação nem nada. É só ir fazendo um controlo de 6 em 6 meses.»

lembro-me ter saído do consultório e fazer a analogia entre o que o meu corpo estava a fazer e a minha postura na vida. e com a leveza de quem tem 23 anos, lancei o assunto para o esquecimento e segui a minha vida, tentando, claramente, alterar a postura de defesa e assim fui vivendo estes 15 anos.

há 4 anos a maternidade mudou muita coisa e uma delas foi precisamente esta situação de saúde.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...